RH SAFE

Alguma dúvida?

Entre em contato conosco clicando no botão abaixo:

Formulário

    O que é Tele Atendimento?

    O Teleatendimento Médico ou Telemedicina é uma realidade no Brasil e possui várias vertentes. Entre elas se encontra a teleconsulta, que é uma consulta médica em que o paciente está fisicamente longe do profissional de saúde.

    Hoje, a teleconsulta no Brasil, exceto em caráter de exceção como durante a pandemia de Covid-19, só é permitida se houver um profissional de saúde em ambas as pontas do canal de comunicação.

    Ou seja, através de videoconferência ou aplicativos de vídeo-chamadas utilizando computadores, tablets ou smartphones.

    Esse tipo de atendimento chegou a ser regularizado pela Resolução do Conselho Federal de Medicina n.º 2227/18, mas o órgão recuou e decidiu ampliar a discussão sobre o tema.

    Isso dignifica que atualmente, a teleconsulta no Brasil só é permitida se houver um profissional em saúde em ambas as pontas do canal de comunicação. A única exceção é quando houver caráter atípico como durante a pandemia de Covid-19.

    Através da Portaria 467, o Governo Federal determinou que excepcionalmente durante a pandemia do novo coronavírus é permitido atendimento pré-clínico, de suporte assistencial, de consulta, monitoramento e diagnóstico.

    Além de ser um avanço para a medicina do Brasil, o Teleatendimento Médico tem como benefícios:

    • A agilidade no tratamento ao paciente;
    • A redução de custos de operação nas clínicas;
    • O acesso a médicos especialistas, mesmo que o paciente esteja em regiões remotas;
    • Os médicos podem obter uma segunda opinião e trocar conhecimento com outros especialistas;
    • O armazenamento de informações.

    Outros profissionais já possuem uma regulamentação específica sobre a teleconsulta como, por exemplo, os enfermeiros, fonoaudiólogos e psicólogos.

    O COFEN  permite os enfermeiros a execução de prescrição médica à distância somente em casos de urgência ou emergência; o CFF permite os fonoaudiológicos uma avaliação à distância, mas com profissional fonoaudiólogo presente junto ao paciente e o CFP regulamenta várias modalidades de serviços psicológicos à distância, tanto em caráter clínico quanto de pesquisa.